egypt
AR
belarus
BE
bulgaria
BG
bangladesh
BN
bosnia
BS
spain
CA
czech_republic
CS
germany
DE
greece
EL
usa
EM
great_britain
EN
esperanto
EO
spain
ES
estonia
ET
iran
FA
finnland
FI
france
FR
israel
HE
croatia
HR
hungary
HU
indonesia
ID
italy
IT
japan
JA
georgia
KA
india
KN
south_korea
KO
lithuania
LT
latvia
LV
india
MR
netherlands
NL
norway
NN
india
PA
poland
PL
portugal
PT
brazil
PX
romania
RO
russia
RU
slovakia
SK
serbia
SR
sweden
SV
ukraine
UK
vietnam
VI
china
ZH

O bilinguismo melhora a capacidade de ouvir

As pessoas que falam duas línguas ouvem melhor. São capazes de distinguir com exatidão ruídos diferentes. Este é o resultado de um estudo realizado nos EUA. Os pesquisadores testaram uma série de adolescentes. Uma parte das pessoas envolvidas no estudo era bilíngue. Estes adolescentes falavam inglês e espanhol. A outra parte dos jovens testados falava apenas inglês. Os adolescentes tinham que escutar uma determinada sílaba. Tratava-se da sílaba "da". Não pertencia a nenhuma das duas línguas. Os adolescentes envolvidos no estudo ouviram a sílaba através de fones de ouvido. Simultaneamente, foi medida a atividade cerebral através de eletrodos. Depois do teste, os adolescentes tiveram que ouvir novamente a mesma sílaba. No entanto, desta vez, ouviram também muitos ruídos perturbadores. Eram várias vozes que diziam frases sem sentido. Os jovens bilíngues reagiram intensamente ao ouvirem a sílaba. O seu cérebro registou uma grande atividade. Com ou sem ruído ambiente, conseguiam identificar exatamente a sílaba. Algo que as pessoas monolíngues não conseguiam. O seu ouvido não era tão bom como o dos sujeitos bilíngues O resultado desta experiência surpreendeu os pesquisadores. Até agora sabia-se apenas que os músicos tinham uma capacidade de percepção sonora particularmente boa. Parece, no entanto, que o bilinguismo também exercita o ouvido. Os bilíngues são confrontados constantemente com diversos sons. Isto obriga o cérebro a desenvolver novas capacidades. Ele aprende a distinguir com precisão diversos estímulos linguísticos. Os pesquisadores estão testando agora o modo pelo qual os conhecimentos linguísticos afetam o cérebro. Talvez o nosso ouvido possa beneficiar-se do fato de aprendermos novas línguas em uma fase mais avançada da nossa vida...

text before next text

© Copyright Goethe Verlag GmbH 2015. All rights reserved.