AR

BE

BG

BN

BS

CA

CS

DE

EL

EM

EN

EO

ES

ET

FA

FI

FR

HE

HR

HU

ID

IT

JA

KA

KN

KO

LT

LV

MR

NL

NN

PA

PL

PT

PX

RO

RU

SK

SR

SV

UK

VI

ZH

Línguas tonais

A maioria das línguas faladas no mundo são línguas tonais. Nas línguas tonais, a altura dos tons pode ser decisiva. Ela determina o significado das palavras ou das sílabas. Assim, o tom está firmemente ligado à palavra. A maior parte das línguas faladas na Ásia é de línguas tonais. O chinês, o tailandês e o vietnamita pertencem, por exemplo, a este grupo. Também na África existem várias línguas tonais. Muitas línguas indígenas da América são igualmente línguas tonais. De um modo geral, as línguas indo-europeias contêm apenas alguns elementos tonais. Como acontece com o sueco e o sérvio. O número dos contrastes tonais varia consoante as línguas em questão. Em chinês, há quatro tons diferentes. A sílaba ma pode ter quatro significados. Podem ser mãe, maconha, cavalo e praguejar. É interessante realçar que as línguas tonais podem ter um efeito sobre a nossa capacidade de audição. Estudos sobre o ouvido absoluto têm confirmado este fato. O ouvido absoluto é a capacidade de discriminar com exatidão os tons ouvidos. Na Europa e na América do Norte o ouvido absoluto é muito raro. O número de pessoas com um ouvido absoluto não chega a uma em cada 10000. No caso dos falantes nativos de chinês, a situação é diferente. Neste caso, o número de pessoas com esta capacidade é nove vezes maior. Quando somos crianças todos nós temos um ouvido absoluto. Precisamos dele para podermos aprender a falar corretamente. Infelizmente, a maioria das pessoas perde esta capacidade com o passar do tempo. A altura dos tons é igualmente importante no domínio musical. Isto aplica-se sobretudo a culturas com línguas tonais. Os falantes destas culturas devem seguir a melodia com muita exatidão. Caso contrário, em vez de uma linda canção de amor teremos uma canção desafinada!

text before next text

© Copyright Goethe Verlag GmbH 2018. All rights reserved.