egypt
AR
belarus
BE
bulgaria
BG
bangladesh
BN
bosnia
BS
spain
CA
czech_republic
CS
germany
DE
greece
EL
usa
EM
great_britain
EN
esperanto
EO
spain
ES
estonia
ET
iran
FA
finnland
FI
france
FR
israel
HE
croatia
HR
hungary
HU
indonesia
ID
italy
IT
japan
JA
georgia
KA
india
KN
south_korea
KO
lithuania
LT
latvia
LV
india
MR
netherlands
NL
norway
NN
india
PA
poland
PL
portugal
PT
brazil
PX
romania
RO
russia
RU
slovakia
SK
serbia
SR
sweden
SV
ukraine
UK
vietnam
VI
china
ZH

Esperanto: uma língua artificial

O inglês é a língua internacional mais importante da atualidade. Através dela todas as pessoas conseguem comunicar-se entre si. No entanto, há outras línguas que também desejam alcançar o mesmo objetivo. Como, por exemplo, as línguas artificiais. As línguas artificiais foram concebidas e desenvolvidas deliberadamente. Existe, portanto, um plano segundo o qual elas foram concebidas. As línguas artificiais resultam da fusão de elementos de diversas línguas. Para que assim pudessem ser aprendidas pelo maior número possível de pessoas. Qualquer língua artificial tem como objetivo a comunicação internacional. A língua artificial mais conhecida é o esperanto. O esperanto surgiu em 1887, em Varsóvia. O seu criador foi o médico Ludwik L. Zamenhof. Na sua opinião, os problemas de comunicação representavam a causa principal dos conflitos entre os homens. Por isso, ele ambicionava conceber uma língua que unisse os povos. Através da qual todas as pessoas pudessem comunicar-se em pé de igualdade linguística. O pseudônimo deste médico era Dr. Esperanto, o esperançoso. Isto evidencia o quanto ele acreditava no seu sonho. Todavia, o ideal de uma conciliação universal é muito mais antigo. Várias línguas artificiais foram criadas até hoje. Às quais estão associados objetivos como a tolerância e a defesa dos direitos humanos. Atualmente o esperanto possui falantes nativos em mais de 120 países. Mesmo assim, esta língua não é isenta de críticas. Como, por exemplo, o fato de 70 % do seu vocabulário apresentar uma origem românica. E, além disso, o esperanto é claramente influenciado pela família das línguas indo-europeias. Estes falantes costumam reunir-se em congressos e associações. De uma forma regular, são organizados encontros e conferências. Então, ficou com vontade de aprender esperanto? Ĉu vi parolas Esperanton? – Jes, mi parolas Esperanton tre bone!

text before next text

© Copyright Goethe Verlag GmbH 2015. All rights reserved.