egypt
AR
belarus
BE
bulgaria
BG
bangladesh
BN
bosnia
BS
spain
CA
czech_republic
CS
germany
DE
greece
EL
usa
EM
great_britain
EN
esperanto
EO
spain
ES
estonia
ET
iran
FA
finnland
FI
france
FR
israel
HE
croatia
HR
hungary
HU
indonesia
ID
italy
IT
japan
JA
georgia
KA
india
KN
south_korea
KO
lithuania
LT
latvia
LV
india
MR
netherlands
NL
norway
NN
india
PA
poland
PL
portugal
PT
brazil
PX
romania
RO
russia
RU
slovakia
SK
serbia
SR
sweden
SV
ukraine
UK
vietnam
VI
china
ZH

Linguagem criativa

A criatividade é atualmente um atributo importante. Todos desejam ser criativos. Pois as pessoas criativas são consideradas inteligentes. Também a nossa língua devia ser criativa. Antigamente, tentava-se falar o mais corretamente possível. Atualmente, deseja-se que consigamos falar o mais criativamente possível. Um exemplo disso é a publicidade e os novos meios de comunicação. Eles exemplificam o modo como se pode brincar com a língua. Há cerca de 50 anos que a criatividade tem vindo a ganhar maior importância. Há até mesmo uma área da investigação que se ocupa deste fenómeno. Estes processos criativos são investigados por psicólogos, pedagogos e filósofos. A criatividade é, assim, definida como uma capacidade para se produzir algo novo. Deste modo, um falante criativo também produz novas formas linguísticas. Que podem ser palavras ou estruturas gramaticais. Os linguistas identificam na linguagem criativa o modo com as línguas se alteram. Mas nem todas as pessoas compreendem os novos elementos linguísticos. Para que se compreenda uma linguagem criativa, é preciso estar bem informado. É preciso saber como é o funcionamento de uma língua. E, além disso, é necessário conhecer a cultura a que pertencem os falantes dessa língua. Apenas deste modo conseguimos perceber o que estes falantes pretendem dizer. Um bom exemplo é o caso da linguagem dos jovens (jargão). Tanto as crianças como os jovens inventam sempre palavras novas. Muitas vezes, os adultos não as compreendem. Até já existem, entretanto, dicionários que explicam a linguagem dos jovens. Todavia, passada uma geração, grande parte destes dicionários apresentam-se desatualizados. Contudo, é possível aprender-se uma linguagem mais criativa. Há vários cursos de formação nesta área. A regra mais importante é a seguinte: desperte a sua voz interior!

text before next text

© Copyright Goethe Verlag GmbH 2015. All rights reserved.